Façamos as nossas escadas para o céu

Estou nesta estrada a exatos 60 anos. Muito já vi e vivenciei, durante um bom tempo, fui adormecido pelas ilusões. Segui um curso como um rio correndo para o mar. Quando dei por mim, pororoca; o choque das contradições fazia um barulho imenso, porém estava eu, tal qual nasci, pronto a reaprender como viver.

Pessoas me dirão: ” nada haver postar sobre você; sua vida somente a ti interessa. Podemos até colher alguns exemplos bons sebos vermos, mas, tirando isso, não se engane; é tudo comum como a vida de qualquer um.”

Pois bem, não estou aqui pra falar de mim, estou pra dizer que as coisas só acabam quando termina. Quem para crendo que concluiu é um tolo acreditando em suas próprias mentiras… No momento em que o pai expele o esperma a mãe o espera, a vida já começou. Então não pode mais parar até o instante que terminar.

Estamos a cabeça para a realidade que grita… O ser nascido em seu primeiro dia é tal qual ao que adormeceu sem dizer adeus… A carcaça pode estar deteriorada, mas, a anima está parte intacta.

Então que nós fique a lição, ser velho é ser novo a mais tempo. Ter 60 anos ou 60 segundos o que difere é a capacidade de querer aprender e fazer…

Lógica quase que sem lógica.

Ao atingirmos os 60 anos, ganhando uma visão de término. Todos os dias acordamos com a certeza de que aquele pode ser o último dia. É óbvio que não há uma lógica neste raciocínio, o último dia pode ser o mesmo dia de início. As vezes até minutos após…

Este fator, caminha oculto em nós cujo ganha forma real quando os 60 chega. Pessoas somam direto para a propagação desta ideia, pois, amam nos lembrar que envelhecemos, vivemos o bastante, se por acaso o barqueiro vir buscar, Sera um ato normal. É como se aos 60anos, nós nos tornamos indignos de habitar o mesmo espaço que habita os adolescentes.

Viradinha inesperada…

Por teimosia ou por rebeldia, os 60toes estão rompendo as barreiras com muitos atingindo o centenário… Ilário mais 40noites e quarenta dias trafegando o solo terrestre. Uma existência inteira além do marcado 60anos. Uma história sobre a história. A lógica diz que após os 60 as doenças são maiores, as fragilidades são imensa, fica mais difícil as jornadas físicas, o corpo não mais acompanha a mente… Tudo virá sacrifício.

Se é desta forma aos 60, imagina como será a chegada aos cem. A lógica aponta para um centenário de pelancas, rugas, fala mansa…

A dona realidade nos afirma: “vivemos do início até os 50, evoluindo fisicamente, porém, dos 50 até os 100 vivemos um processo regressivo ou a contra fase. Vivemos no caminho de volta, Para chegarmos a sermos BB. NOS NOS INFANTILIZAMOS…